RUN&FUN

A Run&Fun é líder em assessoramento esportivo no Brasil. Ajudamos milhares de pessoas na busca por mais qualidade de vida.

Entre em Contato
(31) 3654-3922
AV. PORTUGAL, 4340 / SL. 202
Siga a Run&Fun
Top

Como combinar os treinos de corrida e musculação?

A corrida como atividade física regular tem se popularizado no Brasil. Seja na rua ou em academias, a modalidade apresenta como vantagem o tempo de prática reduzido, ser adaptável à rotina e, a utilização de poucos equipamentos, além de tênis e vestimentas adequados. Aliar corrida e musculação é a escolha ideal para quem deseja se prevenir de lesões e manter a musculatura fortalecida para lidar com o impacto de correr.

A combinação, todavia, requer alguns cuidados capazes de otimizar os treinos, tornando o corredor mais apto e resistente. Saiba a seguir como obter o melhor potencial dessas modalidades.

Combine corrida e musculação para potencializar resultados

O envolvimento com a corrida, consolidado em grupos que se unem para a prática e assessorias, faz com que muitos praticantes negligenciem a musculação, seja por preferirem treinos aeróbicos, por falta de tempo ou por acharem o ambiente da academia monótono, por exemplo.

A prática, contudo, é extremamente benéfica para o fortalecimento do corredor e pode, inclusive, torná-lo mais rápido e resistente para novos desafios de provas longas, como meias maratonas e maratonas. Confira a seguir cinco dicas que preparamos para você conciliar corrida e musculação:

1. Experimente alternar os dias de corrida e musculação

Ao começar a correr, é comum que praticantes amadores, em busca de melhorarem seu ritmo de corrida, exagerem no volume e procurem treinar diariamente. Em decorrência do impacto repetitivo sem fortalecimento, a prática em longo prazo pode sobrecarregar o corpo e causar lesões comuns, como canelite, tendinite e fascite plantar.

Assim, ao alternar as atividades físicas, os músculos do corpo podem descansar do estresse da atividade aeróbica e se fortalecerem com diferentes estímulos proporcionados pela musculação, que também trabalha com mais intensidade membros superiores e core, por exemplo, fundamentais para a dinâmica da corrida.

2. Fortaleça o corpo de forma integral

Correr, a princípio, parece envolver somente os membros inferiores do corpo, mas trabalha diferentes grupos musculares de forma ativa. Além do impacto sobre joelhos e quadris, que requerem quadríceps e posteriores fortalecidos, a corrida exige bastante dos braços  — os quais realizam movimento pendular constante —, ombros, costas e abdômen.

Sendo assim, para um corredor forte, nada de treinar apenas pernas. O preparo muscular deve ser bem distribuído, a fim de não forçar excessivamente nenhuma área e obter o melhor desempenho durante a atividade.

3. Não exagere nas cargas

Para quem adora atividades físicas e vive em busca de desafios, pode ser tentador se empolgar com a musculação e colocar cargas muito altas em suas séries de exercícios. Esse comportamento, sem a devida orientação, pode atrapalhar a corrida e facilitar o surgimento de lesões.

Dessa forma, a recomendação é buscar pela orientação de um educador físico que possa aliar os treinos de corrida e musculação sem que esses impactem sobre aqueles.

4. Conte com a musculação para corrigir problemas de postura

Vícios de corrida podem se tornar dores de cabeça para corredores. Com o auxílio da musculação, é possível readequar o movimento dos braços, alinhar a coluna e evitar relaxamento de postura durante a atividade, que pode causar danos à lombar e à cervical.

Além disso, a execução correta da dinâmica permite passadas mais rápidas e melhoras de tempo em distâncias já percorridas pelo corredor.

5. Adapte o treino de musculação aos seus objetivos na corrida

Quer correr os seus primeiros cinco quilômetros? Melhorar nos dez? Vai se preparar para uma maratona? Em quaisquer casos, a musculação é um complemento aos treinos de corrida, que se distribuem entre tiros, longos, fartleks e intervalados, por exemplo.

Diferentes ciclos de treinamento e periodização requerem ajustes musculares, demandando mais ou menos força do corredor. Com o auxílio de um profissional especializado e manutenção das práticas, conciliar os treinos de corrida e musculação se tornará muito mais fácil e prazeroso.

Se você também quer potencializar seus resultados, inscreva-se e agende já um treino experimental gratuito com a Run & Fun.

Deixe o seu comentário

Compartilhe
Equipe Run&Fun
Equipe Run&Fun

ascom@runefunbh.com.br

Este artigo foi produzido por um de nossos especialistas em treinamento esportivo, qualidade de vida e saúde. Gostou do conteúdo? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais!

X