RUNFUN

A RunFun é líder em assessoramento esportivo no Brasil. Ajudamos milhares de pessoas na busca por mais qualidade de vida.

Entre em Contato
(31) 3654-3922
AV. PORTUGAL, 4340 / SL. 202
Siga a RunFun
Top

[CBHC] #D16 Correr na Avenida Silva Lobo

Parti para mais uma missão do Conhecendo BH Correndo. A Silva Lobo, uma das mais conhecidas avenidas da capital mineira, foi a área desbravada em mais uma edição do projeto.

Iniciamos o treino de reconhecimento do local no cruzamento da Silva Lobo com a Barão Homem de Melo, entre os bairros Grajaú e Nova Granada, na região Oeste de Belo Horizonte.

Nessa missão não estive sozinho. Contei com a companhia da Lucila, que já virou parceira nesse projeto, e da Lilian, sobrinha dela – as duas estiveram comigo na Praça da Liberdade, lembram?! Dessa vez, elas trouxeram o Gui Stancioli que, segundo as duas, é o atleta da família.

Como sempre faço, combinei com eles o percurso que seguiríamos. Para o trio, nenhuma surpresa, já que eles treinam por lá de vez em quando.

Seguimos pela pista para corredores que há na avenida. São um pouco mais de 2.400 metros no centro da via.

Como a maioria dos locais para correr na cidade, o piso não ajuda muito: rachaduras e buracos na pista, o que por vezes nos obriga a correr no asfalto, perto dos carros. Minha preferência é correr no sentido contrário do dos automóveis: além de conseguir vê-los, me faço ser visto.

Um dos quarteirões na extensão da avenida é fechado para carros o que pode facilitar o treino de corrida. Só tome cuidado com as crianças que costumam acelerar as bikes por lá.

Em uma das praças da avenida tem um daqueles pontos de hidratação em que a água sai fresquinha, direto do chão, em um bebedouro de cimento. Banheiro, não encontrei nenhum. Minha dica é a de sempre: tente utilizar o de algum comércio ou igreja da região. Os donos dos estabelecimentos são bem solícitos e acostumados com a presença de atletas na avenida.

Destaco também, como ponto positivo, o clima da avenida. Mesmo com o tempo frio em BH, estava um clima muito agradável. Acredito que pelas árvores que cercam a pista, ou talvez pela combinação de prédios altos e casas no bairro.

Seguimos até o final da pista, na entrada do bairro Morro das Pedras. Naquela área, há universidades e um posto policial, que trazem mais movimento para a região e mais segurança.

Voltamos no sentido Avenida Barão Homem de Melo e seguimos em direção a Avenida Amazonas. Não indico este trecho para treinos, porque não há pista para corredor.

A avaliação final é a de que eu voltaria para correr na Avenida Silva Lobo, seja para um trote inclusivo, como este que fizemos, seja para um treino mais forte, como os que vi algumas pessoas fazendo por lá.

Com as companhias que tive, o domingo ficou ainda mais maravilhoso!

Eu?! Estou Conhecendo BH Correndo. E você?! Vem comigo, uai!

correr na silva lobo 2

Deixe o seu comentário

Compartilhe
Felipe Branco
Felipe Branco

filipibranco@yahoo.com.br

Felipe Branco, 27 anos, é daqueles corredores “sem tempo ruim” e que adoram um desafio. Quando ingressou na corrida de rua há cinco anos, tinha a Avenida Cristiano Machado e o Anel Rodoviário como pista de corrida. Ele se aventurava ali mesmo, pois preferia se arriscar a deixar de correr. Hoje, ele inclui trechos mais seguros na sua rotina de treinos. Talvez daí, a necessidade de explorar a cidade e compartilhar os achados com outros corredores.

WhatsApp chat
1
Olá! Bem-vindo à RunFun!
Como podemos te ajudar?
Powered by
X