RUNFUN

A RunFun é líder em assessoramento esportivo no Brasil. Ajudamos milhares de pessoas na busca por mais qualidade de vida.

Entre em Contato
(31) 3654-3922
AV. PORTUGAL, 4340 / SL. 202
Siga a RunFun
Top

5 perfis de corredores de rua. Você já sabe o seu?

Uma das atividades mais indicadas para sair do sedentarismo, a corrida ganha adeptos de forma exponencial no Brasil.

Já somos 5 milhões de corredores de rua e o segundo esporte mais praticado no país.

Apesar de compartilharem a mesma paixão, os corredores de rua reservam particularidades no jeito de ser e de encarar a corrida.

São perfis diferenciados para a corrida e que dividem os corredores em grupos distintos e com objetivos bem definidos.

Já parou para pensar qual tipo de corredor de rua é você?

Saiba que autoconhecimento é um ótimo aliado para ir mais longe nas pistas. Saber o seu perfil pode ajudar a definir os objetivos na corrida, a sua distância de prova (5 km, 10 km, 21 km ou 42 km) e até o percurso (locais planos ou com subida).

Relacionamos as características mais comuns entre os corredores para te ajudar a identificar o seu perfil. Elas foram relacionadas e distribuídas em cinco categorias pelo educador físico e fundador da Run&Fun, Mario Sergio Andrade Silva, e publicadas no livro “Corra: Guia Completo de Corrida, Treino e Qualidade de Vida”.

Corredor desafiador

Fonte: Gratisography 

Procura na corrida uma forma de superar e testar seus limites. Para atletas com esse perfil, as metas devem ser claras e objetivas. Em cada treino, em cada prova, o que vale é vencer um desafio. Se você é um corredor desafiador, procure avaliar suas condições iniciais e tenha como meta vencer o seu próprio corpo, e não se compare aos seus companheiros de corrida.

Fique ligado:

– Evite se cobrar demais: suas metas devem ser objetivas e realistas. Por exemplo, se você corre provas de 10 km, não invente de correr uma maratona. A quilometragem a ser percorrida deve aumentar de forma lenta e progressiva.

– Tome cuidado com seu instinto competitivo: você poderá exagerar em algumas situações gerando um risco maior de lesões, ou até uma insatisfação constante. Vale lembrar ainda que alguns dos seus companheiros podem não gostar dessa sua busca constante pela vitória.

– Não faça do treino uma competição: aprenda a curtir a corrida e evite fazer com que todo treino vire uma prova. Para se obter uma boa evolução, é preciso variar os treinamentos entre intensos e leves.

Corredor amador

corredor amadorFonte: Stokpic

No sentido literal da palavra, o corredor amador é aquele que ama a corrida, ou seja, o seu maior prazer é correr, não importando a colocação ou o ritmo. A corrida passa a ser quase uma terapia. Normalmente, essas pessoas querem fazer o seu treino todos os dias e quando não correm chegam a ter alteração no seu humor.

Fique ligado:

– Descanse: nem sempre correr todos os dias pode ser saudável. Escute seu corpo: ele pode estar pedindo um tempo.

– Não perca o foco: às vezes, ao deixar de colocar metas no treinamento, seu desempenho acaba estagnado.

– Não exagere quanto a sua dedicação à corrida: ela deverá ser uma atividade complementar para sua vida. Nunca dê mais tempo para a corrida do que ao trabalho, a sua família e aos amigos.

Corredor social

corredor socialFonte: Gratisography 

Para o corredor social, os treinos e provas são um grande momento para reunir e encontrar amigos. O que vale é curtir a corrida com quem se gosta. Então, procure participar de provas coletivas como revezamento, ou provas mais festivas. Se quiser um companheiro de corrida, procure alguém com um perfil parecido com o seu.

Fique ligado:

– Não corra com atletas com ritmo diferente do seu: se fizer isso, que seja apenas no aquecimento ou na desaceleração, quando poderão conversar. Se o corredor for mais rápido, peça para diminuir; se for mais lento, acompanhe o seu parceiro. Uma forma boa de observar se estão no mesmo nível é não estar ofegante ao conversar.

– Não perca o foco: tenha uma meta de treinamento. Às vezes, ao correr com alguns amigos, você poderá se distrair de seus objetivos e não aproveitar os benefícios da corrida.

– Corra sozinho às vezes: por mais difícil que possa parecer, é um bom momento para refletir sobre algumas questões da vida e se autodisciplinar.

Corredor pensador

corredor pensadorFonte: Shutterstock

O corredor pensador vê a corrida como uma atividade para ajudar a refletir e achar soluções para a sua vida. Geralmente é mais solitário ou usa a corrida como descarga da rotina diária. Se você tiver esse perfil, prefira provas que tenham uma bela paisagem. Viajar para conhecer novos lugares e correr poderá ser um bom momento para refletir. Mas não se isole demais, pois sempre é bom se relacionar.

Fique ligado:

– Não se distraia demais durante a corrida: observe o local em que está correndo para evitar tombos, risco de assaltos durante o treino, lesões e até mesmo sair do ritmo adequado de corrida.

Corredor gastador

corredor gastadorFonte: Gratisography 

Para um atleta desse tipo, o que vale é gastar calorias. Seu objetivo é correr o suficiente para que o gasto calórico seja alto. Muitas vezes, o treino só será bom se sair cansado e muito suado. Se você se define como um corredor gastador, procure e alterne treinos entre intensidade moderada e leve, e, caso esteja acima do peso, evite o impacto forte demais, use tênis com um bom amortecimento e faça mais atividades leves para evitar a sobrecarga de corridas em alta intensidade.

Fique ligado:

– Nem sempre mais é melhor: a cada treino mais intenso descanse pelo menos de 1 a 2 dias para a recuperação do corpo.

– Evite acelerar o ritmo na fase final da corrida. Nesse período, os músculos estarão mais fadigados, aumentando o risco de lesão muscular.

Deixe o seu comentário

Equipe Run&Fun
Equipe Run&Fun

ascom@runefunbh.com.br

Este artigo foi produzido por um de nossos especialistas em treinamento esportivo, qualidade de vida e saúde. Gostou do conteúdo? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais!

WhatsApp chat
1
Olá! Bem-vindo à RunFun!
Como podemos te ajudar?
Powered by
X