RUNFUN

A RunFun é líder em assessoramento esportivo no Brasil. Ajudamos milhares de pessoas na busca por mais qualidade de vida.

Entre em Contato
(31) 3654-3922
AV. PORTUGAL, 4340 / SL. 202
Siga a RunFun
Top

Qual é o melhor horário para treinar?

Afinal, você sabe qual é o melhor horário para treinar? A resposta para essa pergunta não é tão simples!

Seja manhã, tarde ou noite, veremos agora o porquê dessas dúvidas e como a ciência pode nos ajudar a decidir o melhor horário para treinar! Ficou interessado? Então, continue lendo este artigo.

O treino pela manhã

Os que preferem treinar no período matutino têm a vantagem de estar com o corpo descansado, além de obter após o treino uma carga de energia que levarão consigo para o resto do dia. Isso porque as atividades aeróbicas aceleram o metabolismo — que, nesses horários, ainda está “acordando” e se aquecendo, como todo nosso organismo.

Para começar o dia se exercitando, contudo, é preciso certa preparação nutricional, pois o que se ingere antes dos treinos é fundamental para o seu rendimento. As refeições devem ser leves, mas nutritivas, com a quantidade certa de elementos químicos para que não haja problemas como a hipoglicemia, desidratação, dores e cãimbras.

Aos que buscam a hipertrofia, o nível mais alto de testosterona ao acordarmos é uma grande vantagem, apesar da menor temperatura corporal — o que, aliás, pode ser contornado com a execução de aquecimentos antes de iniciar a musculação.

O treino vespertino

Os horários da tarde — excluindo aqui o almoço e os finais de tarde — são os menos lotados das academias, devido aos compromissos profissionais da maioria da população e à temperatura desse período, principalmente no verão. Quem pratica atividades ao ar livre, como a corrida, costuma preferir horários mais amenos, em que o sol não esteja a pino e o calor atrapalhando o seu desempenho.

Ainda assim, os especialistas apontam esse horário como um dos melhores para se treinar, já que é nele que a temperatura corporal atinge seu ápice. Além disso, há um maior equilíbrio entre diversos fatores, como já estar desperto, ter se alimentado e estar com o metabolismo mais ativo.

A queima de gordura também é maior dessa maneira e, para os treinos de força, o indivíduo está mais resistente e flexível. Assim, para quem quer perder aqueles quilinhos extras, é bom considerar treinar à tarde.

O treino da noite

Existem duas vertentes sobre os treinos noturnos. Uma delas é de que, nesse período, nosso corpo já está se preparando para descansar, logo, quando nos exercitarmos o deixamos mais alerta. A outra, por outro lado, afirma que exercícios nesse período promovem mais descanso e relaxamento.

Bom, cada organismo reage de uma maneira. Caso o seu sono seja prejudicado pelos exercícios durante a noite, busque uma atividade mais relaxante, como pilates, yoga, tênis ou natação, por exemplo.

Fique atento também à intensidade: uma corrida leve ao final do dia pode lhe tranquilizar, no entanto, um treino puxado, com tiros e longas distâncias, podem deixá-lo mais desperto e até causar insônia, em alguns casos.

O melhor horário para treinar

Como pudermos ver, não existem regras fixas. Tudo dependerá dos fatores que tornam alguma hora do dia mais propícia para você: sua rotina de sono, de trabalho, de alimentação etc.

Apesar dos avanços da ciência, de estudos sobre os períodos do dia em que as células musculares produzem mais energia e usam o oxigênio com mais eficiência, o melhor horário para treinar ainda é aquele que você está acostumado, com que se sente melhor.

Existem prós e contras para todos eles, e quem busca mais qualidade de vida sabe que o importante é realizar o seu treino, seja a hora que for! Por fim, vale ressaltar: antes de começar a praticar qualquer exercício, lembre-se da importância de ter um profissional qualificado para lhe orientar.

Então, se gostou deste post, aproveite para ler também sobre a importância de uma assessoria esportiva para obter melhores resultados!

Deixe o seu comentário

Compartilhe
Equipe Run&Fun
Equipe Run&Fun

ascom@runefunbh.com.br

Este artigo foi produzido por um de nossos especialistas em treinamento esportivo, qualidade de vida e saúde. Gostou do conteúdo? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais!

X